segunda-feira, 30 de julho de 2018

sexta-feira, 11 de maio de 2018

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

EDITAL DE CONVOCAÇÃO – ASSEMBLEIA GERAL





















Participação do advogado e vice-presidente da APEOC Prof.Reginaldo Pinheiro.


segunda-feira, 22 de maio de 2017

REAJUSTE SALARIAL DOS PROFESSORES DE TAUÁ - 2017

Finamente o PL 51/2017 do reajuste salarial dos professores da Rede Municipal de Tauá foi aprovado ontem (22/05/17) na Câmara Municipal de Tauá com o percentual de 7,64% linear e retroativo a janeiro de 2017, que será pago a diferença de janeiro em maio, fev/jun, mar/jul e abr/ago. No dia 08/05/2017 o Sindicato Apeoc/Tauá solicitou  ao poder legislativo em articulação com os vereadores tanto da base aliada como da oposição  que observassem a ausência da tabela vencimental e dos inativos (IPMT), então o projeto foi devolvido para ser alterado pelo executivo e na sessão seguinte foi votado e aprovado o pedido de urgência, vale lembrar que novamente a Apeoc solicita que seja corrigido o PL com a inclusão na tabela vencimental do professor auxiliar, pedido acatado e alterado imediatamente pela gestão municipal, mas lamentavelmente o PL não foi votado devido ao fato discrepante de um parlamentar da oposição fazer um pedido de vista num outro projeto que culminou num acirramento dos edis e causou o esvaziamento do parlamento e sem quorum suficiente para a votação de nosso reajuste, o episodio não tinha nada haver com a categoria dos professores. A Apeoc conseguiu articular com os vereadores que o reajuste fosse votado em sessão extraordinária (18/05), mas a chefe de gabinete do prefeito Carlos Windson retirou o projeto para alterar/reformular e evitar dúvidas de interpretação. 
O PL 51 na sessão (22/05) ainda apresentou erro de calculo na referência 1 (3º pedagógico) R$ 2.298,80, pois o valor exato R$ 2.301,34 diferença de R$ 2,54, mas graças a boa mediação do Sindicato com os edis foi modificado mais uma vez. Durante a Sessão ainda houve uma discussão pelos parlamentares em relação a ausência dos pensionistas, outra vez a representação classista da categoria do magistério intermedeia com o presidente ver. Marco Aurélio a observância da Lei Municipal Nº 2006/2013 que criou a IPMT na seção III - DO REAJUSTAMENTO DOS BENEFÍCIOS no art. 50º ressalta que os benefícios de aposentadoria e pensão serão reajustados no valor real, na mesma data e na mesma proporção da revisão geral da remuneração dos servidores ativos.